25/12/2016

O Governo de Rondônia sanciona a Lei N. 3.961, de 21 de Dezembro de 2016. A referida lei altera a Lei nº 1.041, de 28 de Janeiro de 2002, que “Dispõe sobre a remuneração dos integrantes da carreira Policial Civil, e dá outras providências.” e a Lei nº 2.165, de 28 de Outubro de 2009, que “Dispõe sobre a concessão de adicional de insalubridade, de periculosidade e de atividade penosa aos servidores públicos da administração direta, das autarquias e das fundações públicas do Estado.” A lei foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quarta-feria, 21 de Dezembro de 2016, Nº 237, página 11.

Trata-se de incorporação do Adicional de Periculosidade ao salário, desta forma, acabando com o "terrorismo" de sua retirada do contra cheque pelo Estado e assegurando o valor na aposentadoria dos policiais. Aos servidores que recebem valores acima da tabela aprovada, a lei assegura Adicional de Irredutibilidade, não havendo prejuízo da remuneração dos filiados.

De acordo com Ranking da COBRAPOL a Polícia Civil de Rondônia sairá da 22ª para 11ª posição salarial no país ,com a aprovação do por unanimidade dos deputados estudais do Projeto de Lei que 553/2016 que regulamenta a matéria.

O Governo publicou no período de Dezembro uma tabela com o Calendário de Pagamentos para o ano de 2017, esta Tabela já circula pela redes sociais.
(Clique nas Imagens)


As nossas Considerações são as seguintes:
Esse Governo Confúcio Moura tomou como programa de Governo implicar com os servidores públicos em especial com os servidores da Polícia Civil. Isso é fato comprovado ao longo de duas gestões desse governo.

O que causa espanto é que antes da votação o governo tinha valores maiores e diferentes do que estes que foram aprovados nessa Minuta. 

Outro detalhe que causa espanto é que os delegados não tinham PCCS em vista, não tinham a Carreira Jurídica regularizada até mesmo porque tinha pareceres desfavoráveis do MPF e do Judiciário, mas de repente aparecem com salários básicos dobrados.
 
Talvez seja isso, pois até agora nada mudou dentro das Delegacias que caem aos pedaços e pouca ou nenhuma condição de higiene.

Até agora tudo continua como a décadas atrás, poucos servidores para executarem um volume enorme de serviço(Muitos deles doentes), percebemos também que esse governo deu e dá muito apoio para outras Forças, deixando a PC RO de lado, esquecida, abandonada, nos parece que os chefes deles são mais influentes que os nosso dentro do Governo. Tenho dito.

Agora aos servidores,só resta  aguardar o ano novo que se aproxima e ver qual é a mágica que vão inventar dessa vez apara atender a demanda. 

E o PCCS da Polícia Civil, foi negado mais uma vez!
O Governo enrolou a Categoria outra vez!
Como acreditar nesse governo ?

Fonte: Sinsepol
Post: G. Gomes
Canal: www.deljipa.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu Comentário, com responsabilidade:

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Random Posts

Os Mais Acessados