05/01/2017

Há mais de dez anos,a maioria dos brasileiros alimentam a ”convicção” de que o ex presidente Lula é o homem por trás dos maiores esquemas de corrupção no país. Quando explodiu o escândalo do Mensalão em 2005, ficou comprovado que todo núcleo central do PT estava envolvido até os ossos no gigantesco esquema de corrupção.

O braço direito do ex presidente Lula, o então ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu foi apontado como um dos cabeças do esquema e apontado pelos integrantes do partido como herói por ter poupado o então presidente Lula. Todos no país, inclusive os petistas, tinham convicção de que Lula era o chefe da quadrilha.

Hoje se sabe que os desvios da Petrobrás foram usados na época para comprar apoio de parlamentares não apenas para barrar a CPI do Mensalão, que durou 120 dias, chegou a propor a cassação de 18 parlamentares envolvidos no escândalo, mas terminou em pizza.

O esquema criminoso de Lula também serviu também para barrar um processo de impeachment contra ele na mesma época do Mensalão. Serviu também para livrar seu filho, Fábio, o Lulinha, de ser investigado no escândalo da Gamercorp e a empresa da telefonia Oi.

Lulinha, um ex servente de zoológico, se tornou milionário da noite para o dia, após a transação suspeita. Hoje se sabe que a OI investiu milhões na empresa do filho de Lula após ter sido beneficiada por outros milhões de oriundos dos fundos de pensão controlados pelo PT.

Uma das peças chave do gigantesco esquema de corrupção do PT, Marcos Valério, confirmou recentemente que chegou a falar na justiça sobre o envolvimento de Lula não apenas no Mensalão, mas também no assassinato de Celso Daniel.

Marcos lembra que sofreu uma campanha de difamação por parte de sites e blogs controlados pelo PT: ”PT tem essa mania de querer desmoralizar as pessoas para tirar a credibilidade destas pessoas”, afirmou Valério ao juíz Sérgio Moro.

Marcos Valério alertou o então presidente do Supremo Tribunal Federal, STF, o ex ministro Joaquim Barbosa sobre os fatos em 2013. O procurador teria dito que estava com pressa e não tinha interesse em fazer nenhum acordo com Marcos Valério.

Valério afirmou em depoimento prestado em 2012 que o empresário Ronan Pinto havia ameaçado Lula, seu ex secretário da Presidência, Gilberto Carvalho, e o então ministro da Casa Civil, José Dirceu, por isso teria recebido os 6 milhões de reias do PT.

Na época, o então presidente do STF, Joaquim Barbosa admitiu saber do teor das denúncias feitas por Valério, mas não respondeu se considerava a acusação grave e disse que tomou conhecimento dado por Marcos Valério. ”Tomei conhecimento oficioso, não oficial”.

A conduta de Barbosa não é condizente com a de um homem que ocupava a presidência da Suprema corte do Brasil. Não é normal que um presidente do STF e um procurador da República ignorem uma denúncia envolvendo crimes de corrupção, chantagem e até assassinatos.

Homem de convicções socialistas, Barbosa teve um papel crucial na manutenção do estado de coisas que teve início com a chegada de Lula e do PT ao poder em 2003.

O FATO É QUE JOAQUIM BARBOSA POUPOU LULA E PERMITIU QUE O PT CONTINUASSE NO PODER. LIVRE, LULA CONTINUOU ATUANDO NOS BASTIDORES DO ESQUEMA CRIMINOSO DA PETROBRÁS, DE ONDE SAIU O DINHEIRO ROUBADO PARA ELEGER SUA SUCESSORA DILMA ROUSSEF.

A EX PRESIDENTE, EM PARECERIA COM LULA E O PT, DEU CONTINUIDADE AO ESQUEMA CRIMINOSO QUE COLOCOU A PETROBRÁS DE JOELHOS, QUEBROU O PAÍS, DEIXANDO 12 MILHÕES DE CHEFES DE FAMÍLIA SEM EMPREGO E UM ROMBO DE 170 BILHÕES NOS COFRES PÚBLICOS. PARABÉNS JOAQUIM BARBOSA.

FIQUEM ATENTOS: JOAQUIM BARBOSA FOI SONDADO PELA REDE PARA SER O VICE DE MARINA SILVA NAS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS DE 2018.


Fonte: Jornal do Brasil
Post: G. Gomes
Reprodução: www.deljipa.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu Comentário, com responsabilidade:

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Random Posts

Os Mais Acessados