06/02/2017

Lula como todo o velho bobão, se perdeu por excesso de vaidade, fraqueza de caráter, índole pra lá de duvidosa. O maior dos seus pecados foi não resistir à tentação da carne.

Uma dúvida cruel ronda os pensamentos do ex-todo poderoso, homem mais honesto do Brasil, o santo Luiz Inácio Lula da Silva.

Oh vida! Oh céus! Será que isso vai dar certo”!?

Marisa Letícia minha filha…..Estou com problemas, não sei mais como fazer para resolver o “enrrosco” em que me meti.

Desde o começo de sua “carreira” pública, ainda militante sindical, a movimentada vida do ex-presidente lhe apresentou pessoas das mais diferentes matizes, raças, formas, estatus social e índole. Casadas(os) ou Solteiras(as). Algumas boas, outras nem tanto. Algumas belas, aos seus olhos, outras nem tanto e ainda há as que são honestas, outras nem tanto, bem como define Martinho da Vila… “já tive donzela e até meretriz…

Com poder, veio o sucesso… e, ainda mais depressa, veio o assédio e é aí que mora o “perigo”.

Minha gente! Quando o coração acelera, se o cérebro tiver um pouquinho de fraqueza, o sujeito se atira igual porco na lavagem. Vira o diabo no milharal!

E foi exatamente isto que aconteceu com o ex-todo poderoso, homem mais honesto do Brasil, Santo Luiz Inácio Lula da Silva!

Depois do primeiro casamento com a senhora MARIA DE LOURDES, veio MIRIAN CORDEIRO, àquela que o acusou na campanha e Collor de ter abandonado Lurian. A tereceira oficial foi MARISA LETÍCIA, com quem vive atualmente e teve filhos. Porém o coração do sujeito nunca parou de se “assanhar” com um belo rabo de saias.

A Lava Jato trouxe à luz, nos últimos dois anos, outras “paixões”. ROSEMARY, a toda poderosa secretária executiva da Presidência da República em São Paulo, definida como a “amiga íntima do presidente”. Agora, na operação Omertá, surge a mais nova “paixão do amigo do papai” – diálogo captado entre Marcelo Odebrecht e um executivo da empresa -. JUVANDIA, a líder sindical da CUT, apresentada a seletos convidados, grandes industriais e empresários brasileiros, pelo poderoso chefe.


Marisa Letícia lutou e viveu uma vida como sempre foi para seu marido, uma empregada doméstica que viveu entre duas amantes. De uma vida humilde ao mais alto escalão da sociedade mundial mas com o sofrimento chamado traição. Ajudou, sendo cúmplice do seu marido Lula da Silva na maior corrupção da história do Brasil.

Se valeu a pena, não sei…

Só que tudo ACABOU…

VIÚVO É QUEM MORRE…


Post Original: Jornal do País
Post: G. Gomes
Canal: www.deljipa.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu Comentário, com responsabilidade:

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Random Posts

Os Mais Acessados