04/02/2017

Por Cristina Logo -G1
O governo ficou entusiasmado com o tom da conversa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante a visita de solidariedade feita pelo presidente Michel Temer e comitiva na noite desta quinta-feira (2) no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Na ocasião, Lula defendeu o diálogo entre as diversas forças políticas e chegou a afirmar, segundo um dos presentes, que ele próprio não poderia se oferecer para um encontro com o presidente, mas que estaria à disposição.

O tom de Lula destoa dos gritos de “golpista” e palavras de ordem contra Temer e comitiva na entrada do hospital, onde estava internada a ex-primeira dama Marisa Letícia.

Para alguns governistas, Temer deve encontrar o melhor momento para tentar programar um encontro político com Lula. Seria uma nova etapa da política brasileira, abrindo espaço para o que Temer chamou de “pacificação nacional”.

O próprio Lula disse, segundo um dos presentes, que o Brasil não pode ficar dividido como está e citou a conversa que teve mais cedo com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que o visitara no começo da tarde de quinta-feira.

Isso entusiasmou Temer. Para outro integrante da comitiva de Temer, na conversa, Lula demonstrou que está atento a tudo e é “candidatíssimo”.

No encontro, Lula chamou cada um pelo nome e fez questão de defender o diálogo entre ex-concorrentes. Ele citou como exemplo o fato de ter disputado uma eleição contra José Serra e, nem por isso, se considera inimigo dele, estendendo a mão para pegar no braço do ministro tucano.

Assessores do governo observaram que, na conversa, Lula chegou a desaconselhar Temer a fazer a reforma da Previdência anunciada pelo governo. Lula teria dito que isso não se faz em período de recessão econômica como o vivido pelo Brasil.

Mas Temer observou que Lula havia proposto reforma da Previdência em seu primeiro ano de mandato. Lula respondeu: “Ali, nasceu o PSOL”.

Os fundadores do PSOL foram os deputados Chico Alencar, Luciana Genro, Babá e a senadora Heloísa Helena, expulsos do PT por terem se posicionado contra a reforma da Previdência proposta pelo governo.

Informações: NBO
Post: G. Gomes
Canal: www.deljipa.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu Comentário, com responsabilidade:

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Random Posts

Os Mais Acessados