02/02/2017

(Por Istock/Getty Images)
A partir de hoje, profissionais de saúde que trabalham no Sistema Único de Saúde (SUS) deverão coletar informações sobre a cor ou etnia dos pacientes. De acordo com a portaria publicada nesta quinta-feira no Diário Oficial da União, os dados são relevantes para o estudo do perfil epidemiológico dos diferentes grupos populacionais do Brasil. Ainda na publicação, a pasta se compromete a apresentar um relatório anual sobre a situação da saúde da população negra no Brasil.

  • No momento do atendimento, os funcionários deverão perguntar ao paciente se ele se declara branco, preto, amarelo, pardo ou indígena.
  • Caso o usuário não esteja em condições de responder, a pergunta deve ser dirigida a familiares ou responsáveis.
  • Na ausência de alguém que possa responder, o próprio profissional deverá preencher o campo.

Segundo informações do G1, as informações serão levadas em conta no planejamento de políticas públicas que considerem as necessidades específicas de cada grupo e no combate à discriminação racial nos serviços de saúde. A medida faz parte do esforço para implementar a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra.


Fonte: Veja.com
Post: G. Gomes
Canal: www.deljipa.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu Comentário, com responsabilidade:

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Random Posts

Os Mais Acessados