21/03/2017


A Polícia Federal em São Paulo cumpriu nesta manhã um mandado de condução coercitiva contra o blogueiro Eduardo Guimarães, responsável pelo Blog da Cidadania, para prestar depoimento em um inquérito da Polícia Federal no Paraná que investiga o vazamento do mandado de condução coercitiva do ex-presidente Lula no âmbito da Lava Jato.

A ordem foi expedida pelo juiz Sérgio Moro, responsável pela operação Lava Jato em Curitiba, que também determinou a apreensão de aparelhos eletrônicos na residência de Guimarães, que teve seu notebook e seu celular apreendidos. Para o advogado Felipe Hideo, que representa o blogueiro, a iniciativa teve o objetivo de ” violar o sigilo da fonte”, pois a PF busca descobrir quem teria vazado as informações para Guimarães.

Como mora em São Paulo, o mandado foi cumprido pela PF na capital, que foi na casa de Guimarães em Perdizes, na Zona Oeste, pela manhã e o levou para prestar depoimento na sede da Polícia Federal na Lapa. Além .

Eu não entendi e meus advogados não entenderam a razão da condução coercitiva. Não existe uma razão lógica para me trazer obrigado para cá”, afirmou Guimarães em vídeo divulgado na saída da PF pelo site ‘Jornalistas Livres’. Segundo ele, a PF queria saber quem teria passado informações sobre a condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ocorrida em Março do ano passado durante a 24ª fase da Lava Jato. Na época, Guimarães noticiou que Lula seria alvo da PF cerca de uma semana antes da operação.

A arbitrariedade é bem clara quando ele é conduzido coercitivamente sem jamais ter sido intimado. A segunda arbitrariedade é a violação do sigilo de fonte”, disse Fernando Hideo Lacerda, advogado de Guimarães, que também falou em “perseguição nitidamente política se valendo do processo penal”.

Guimarães afirma que, apesar de não ser jornalista por formação, mantém seu blog há 12 anos, e que o Supremo Tribunal Federal já entendeu que não é necessário o diploma de jornalista para exercer a profissão.

Como o inquérito está sob sigilo, a Justiça Federal no Paraná informou que o juiz Moro não iria comentar o caso.
Conteúdo: Estadão
Post: G. Gomes
Canal: www.deljipa.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu Comentário, com responsabilidade:

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Os Mais Acessados