04/04/2017

Durante a primeira sessão do julgamento da cassação da chapa Dilma-Temer, Nicolao Dino, do Ministério Público Eleitoral, informou que o marqueteiro de Dilma, João Santana, tinha fechado acordo de delação premiada, juntamente com sua esposa, e por isso deveriam ser ouvidos novamente na ação. Até então, não era certo que o publicitário tivesse conseguido fechar o acordo.

Agora, conforme informa o site jurídico Jota, o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, homologou a delação premiada de João Santana e Mônica Moura

Além de João Santana e Mônica Moura, André Luiz Reis Santana, funcionário do casal, também fechou delação com a PGR. A delação do casal Santana permanecerá em sigilo.

Agora o Brasil tem a esperança de que as maracutaias envolvendo a Campanha da Chapa Dilma-Temer vem ao conhecimento da Justiça e dos brasileiros também.

Por: NBO
Post: G. Gomes
Canal: www.deljipa.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu Comentário, com responsabilidade:

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Random Posts

Os Mais Acessados