02/04/2017

O Ministério da Educação decidiu dar fim ao Ciência sem Fronteiras para alunos de graduação, uma das principais bandeiras da gestão da ex-presidente Dilma Rousseff na área de educação. O programa pagava até um ano de estudos de universitários brasileiros no exterior.

As informações são da coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo.

De acordo com estimativa do ministro Mendonça Filho, o montante gasto para enviar 30 mil estudantes para países estrangeiros poderia custear merenda para 40 milhões na educação básica.

Em 2015, o programa investiu R$ 3,2 milhões, enviando alunos principalmente para instituições norte-americanas e europeias.

O MEC avalia que o programa não deu certo devido ao baixo nível de proficiência dos brasileiros em línguas estrangeiras e à falta de orientação quanto ao perfil dos alunos beneficiados.

De acordo com informações da coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo, a pasta garantiu que não alterará o financiamento de bolsas para pós-graduação.

Informações: Lauro Jardim
Post: G. Gomes
Canal; www.deljipa.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu Comentário, com responsabilidade:

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Os Mais Acessados