22/05/2017

Foto: Cassiano Rosário/Futura Press

A defesa do presidente Michel Temer (PMDB) comunicou ao ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin, relator da Lava Jato, da desistência sobre a ação que pretende suspender o inquérito contra o presidente.

A informação é do Jornal O Globo. Segundo o advogado de Temer, Gustavo Guedes, a decisão ocorre porque houve uma mudança de estratégia da defesa.

“O presidente quer dar essa resposta ao país o mais rapidamente possível e que, portanto, isso se encerre o mais rapidamente possível. Isso que a gente quer”, afirmou ao Globo o advogado.

Segundo Guedes, a decisão de Fachin de deteminar uma perícia na gravação feita pelo dono da JBS, Joesley Batista, com o presidente motivou a desistência. “O importante é que, em relação ao presidente, a prova que há é o áudio, não há nada mais, e esse áudio, segundo as perícias, é, na nossa avaliação, imprestável”, afirmou.

A defesa afirma que preza, agora, pela celeridade do processo. “Nós fizemos agora um pedido (ao STF) dizendo o seguinte: já que nós temos agora o resultado de um trabalho que a gente confia, nós queremos agora que esse inquérito se ultime o mais rapidamente possível”.

Mesmo com o pedido da defesa, Fachin ainda pode colocar em votação a ação que visa suspender o processo. De acordo com o advogado, a perícia realizada pela equipe contratada pelo presidente foi incluída na ação e poderá ser usada como prova.

Informações: O Globo
Via: Yahoo
Post: G. Gomes
Canal: www.deljipa.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu Comentário, com responsabilidade:

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Random Posts

Os Mais Acessados