25/05/2017

Marcos Corrêa/PR

Partidos da base de sustentação do governo do presidente Michel Temer consideram que ele perdeu as condições de governar e já pensam na sucessão. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Lideradas pelo PSDB, as siglas acreditam que a solução será contar com a cassação da chapa pelo Tribunal Superior Eleitoral, cujo julgamento foi marcado para o dia 6 de Junho.

Em dois pronunciamentos na semana passada após a divulgação das delações da JBS, Temer negou todas as acusações e disse que não vai renunciar.

Para os partidos, o consenso é de que a cassação da chapa Dilma-Temer resolveria, assim, o impasse institucional.

Segundo a Folha, Temer desistiu de pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) que suspendesse o inquérito, indicando que tentaria se defender estimulando uma agenda econômica no Congresso, mas aliados não acreditam que isso seja viável dada a forte resistência da oposição.

O PSDB, maior aliado do governo Temer, busca permanecer o máximo que puder porque conta com o partido do presidente na votação de uma eleição indireta e na montagem de uma possível nova gestão.

Segundo a Folha, em conversas, dois nomes foram pensados para apresentar ao Congresso em uma eleição indireta: o do ex-ministro Nelson Jobim (PMDB-RS) e o de Tasso Jereissati (PSDB-CE).

Via: Yahoo
Edição: G. Gomes
Para: www.deljipa.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu Comentário, com responsabilidade:

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Random Posts

Os Mais Acessados