23/06/2017

A Polícia Federal realizou uma operação nas ruas da zona sul do Rio de Janeiro na manhã desta sexta-feira (23) para cumprir dois mandados de busca e apreensão. De acordo com o UOL, trata-se de uma operação complementar às investigações da Lava Jato.

Os agentes estavam em busca de joias de Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador Sérgio Cabral, que estariam desaparecidas. A PF tenta reaver 149 joias, de um total de 189, que teriam sido comprados como uma forma de lavar dinheiro oriundo de corrupção.

Segundo o G1, pelo menos 15 joias foram apreendidas em endereço ligados a mulher do ex-governador do Rio.

Os alvos foram um apartamento no Jardim Botânico, onde vive a ex-governanta de Adriana, Gilda Maria de Souza Vieira da Silva, e um prédio em Ipanema, onde mora Lucia Ancelmo Mansur, irmã da ex-primeira dama.

O apartamento da cunhada do ex-governador, em Ipanema, foi vasculhado pelos agentes da PF. Segundo as investigações, algumas joias apreendidas foram compradas por Adriana e teriam sido dadas de presente a uma sobrinha, filha de Nusia.

Redação: Nbo
Post: G. Gomes
Para: www.deljipa.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu Comentário, com responsabilidade:

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Os Mais Acessados