20/06/2017

A Globonews noticiou nesta segunda-feira 19 ter tido acesso a cópias de cheques de R$ 500 mil das empresas OAS e JBS que passaram pela conta de Michel Temer durante a campanha presidencial de 2014; um dos cheques financiou a campanha de Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) ao governo do Rio Grande do Norte e é fruto de propina, segundo a Polícia Federal

A Globonews colocou no ar reportagem em que mostra os dois cheques de R$ 500 mil, que foram destinados a Henrique Eduardo Alves, atualmente preso por desvio de verbas das obras da Arena das Dunas, em Natal.

Os valores fazem parte dos depósitos da OAS e da JBS na conta de campanha de Michel Temer, para a qual as duas, somadas, doaram R$ 11 milhões, entre os R$ 20 milhões arrecadados, no total, pelo então candidato a vice-presidente.

A doação, direta, a Temer, desmente o discurso de que Temer sempre considerou Joesley um “notório bandido

As contas de Michel Temer não foram apresentadas separadamente ao Tribunal Superior Eleitoral, mas somadas à conta da chapa presidencial. Mas quase todo o dinheiro foi direcionados aos seus “homens de confiança”. comp Henrique Alves e Rocha Loures, entre outros.

Redação: Nbo
Post: G. Gomes
Para: www.deljipa.blogspot.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu Comentário, com responsabilidade:

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Os Mais Acessados