19/06/2017

Uma mulher suspeita de participar de uma quadrilha de assalto a banco em Mato Grosso, que havia sido presa em maio, e, em seguida, conseguido prisão domiciliar, voltou a ser detida preventivamente. A manicure Lúbia Camilla Pinheiro Gorgete, 26 anos, também seria beneficiária do programa Bolsa Família desde 2015.

Segundo informações do G1, a defesa da vítima, o advogado Rafael Moreira, disse que a cliente é inocente e que vai recorrer da prisão no Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Ainda de acordo com a reportagem, a ré havia conseguido em maio prisão domiciliar por ter duas filhas menores de idade, mas foi constatado pela Justiça que ela não tem a guarda de uma das meninas e que a outra não mora com a mãe.

Prisão
A detenção da manicure Lúbia Camilla Pinheiro Gorgete aconteceu no dia 4 de maio. Ela recebeu pouco mais de R$ 3,6 mil em benefícios. Os dados são do Portal da Transparência. Lúbia e outras 12 pessoas foram presas no âmbito da Operação Lexus. Ela não teria envolvimento direto nos crimes, mas usufruiria do dinheiro proveniente do crime.
Os integrantes da quadrilha ostentavem nas redes sociais, com viagens, carros de luxo e barcos, segundo a Polícia Civil. 

O grupo teria assaltado pelo menos 10 agências bancárias no estado.

Informações: Noticiaominuto
Fotos: Facebook
Post: G. Gomes
Para: www.deljipa.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu Comentário, com responsabilidade:

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Os Mais Acessados