27/06/2017

José Cruz/EBC/FotosPúblicas
A Polícia Federal entregou na tarde desta segunda-feira ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), a conclusão das investigações sobre o inquérito do presidente Michel Temer pelos crimes de corrupção passiva, obstrução de Justiça e organização criminosa, informou uma fonte da corte.

O documento da PF, cuja íntegra ainda não foi divulgada, será encaminhado por Fachin para o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, conforme determinação do ministro do STF da sexta-feira passada.

Janot tem até terça-feira para oferecer denúncia contra o presidente, uma vez que no caso há um investigado preso preventivamente --o ex-deputado e ex-assessor presidencial Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR).

Na segunda-feira da semana passada, a polícia havia concluído um relatório parcial no qual disse haver indícios "com vigor" de que Temer havia cometido corrupção passiva e, depois na sexta, finalizou a perícia nos áudios da conversa entre o presidente e o empresário Joesley Batista, da JBS, constatando não ter havido edição no diálogo gravado.

A tendência é que Janot, num primeiro momento, denuncie Temer por corrupção e deixe para depois a análise dos demais crimes. Ou seja, "fatie" a acusação criminal.

Fonte: Reuters
Por Ricardo Brito
Post: G. Gomes
Para: www.deljipa.blogspot.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu Comentário, com responsabilidade:

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Os Mais Acessados