07/06/2017

Traficante que matou líder comunitária pagou R$ 1 milhão para usar Caveirão da PM do Rio de Janeiro

O traficante Álvaro Santa Rosa, o Peixão da TCP, suspeito de envolvimento na morte da líder comunitária Glória dos Santos Mica, em Dezembro de 2016, teria usado o blindado da PM, conhecido como "caveirão", após pagar R$ 1 milhão de propina a policiais. A informação foi confirmada pela Divisão de Homicídios (DH) da Capital.

De acordo com as investigações, policiais davam apoio ao Terceiro Comando Puro (TCP), facção que expulsou o Comando Vermelho (CV) na Cidade Alta, no Rio de Janeiro, em troca de dinheiro.

A informação é de que, para permitir a entrada de bandidos no caveirão, em Dezembro, houve a cobrança de R$ 1 milhão.

Segundo informações do jornal o Dia, Glória foi morta horas após discutir em uma reunião do conselho comunitário, que possui representantes do 16º BPM (Olaria), onde teria criticado os policiais que nada faziam para prender os traficantes do TCP.

Fonte: Noticiaominuto
Post: G. Gomes
Para: www.deljipa.blogspot.com.br