25/07/2017

Teto de gastos não está segurando a farra no Judiciário; alguns salários ultrapassam R$ 100 mil/mês

Quem sustenta os Três Poderes: Legislativo, Executivo e Judiciário é o contribuinte, só que nossos representantes nessas Instituições não estão respeitando, como sempre, o dinheiro do pagador de impostos.

O Judiciário, por exemplo, ultrapassa os salários para magistrados previsto no teto constitucional, sendo esse R$33.763, mais do que suficiente para viver acima da média dos brasileiros.

No ano passado, a Justiça brasileira custou R$175 bilhões, quase 270% a mais que em 2015, como informa o Correio Braziliense. E segundo o CNJ, Conselho Nacional de Justiça, o valor é quase todo utilizado para pagamento de salários.

Apenas os Desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo recebem mensalmente quase R$100 mil de salário. Um absurdo diante do rombo que existe nas contas públicas, estimado em R$185 bilhões.

Parece que nossos profissionais do Judiciário não estão preocupados em contribuir para os cofres públicos se recuperarem.

Informações: NBO
Post: G. Gomes
para: www.deljipa.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu Comentário, com responsabilidade:

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Os Mais Acessados