31/07/2017

Desembargadora Tânia Garcia Freitas
A atuação sinistra da presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TER-MS) deverá receber severa punição por parte do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

A denúncia feita pelo Jornal da Cidade Online e repercutida neste domingo (30/07/17) pelo programa Fantástico da Rede Globo (veja o vídeo da noticia da Prisão no final da matéria), ganhou enorme repercussão, evidenciando uma repugnante atuação da magistrada em favor do filho, Breno Fernando Solon Borges, flagrado transportando 129 kg de maconha, munição e arma.

O envolvimento do rapaz com drogas é antigo. Mesmo ciente da situação, a desembargadora Tânia Borges cedia sua monumental chácara localizada na estrada EW 5 no loteamento denominada Chácara dos Poderes, em Campo Grande (MS), para que o rapaz promovesse festas regadas a muita bebida, drogas e orgias.

O local era também utilizado para que o rapaz realizasse negócios e negociatas no submundo do crime.

A mãe, no mínimo, desconfiava da vida torta do filho, fato revelado numa gravação capturada pela Polícia Federal, onde o rapaz trama atos marginais com um outro traficante, mas comenta que precisaria retornar para Campo Grande, "para que a mãe não desconfiasse".

No dia 8 de abril, Breno foi preso em flagrante.

No domingo (30/07/17) o Fantástico(Rede Globo) revelou que a desembargadora foi pessoalmente ao presídio para soltar o filho. Para tanto, ela ignorou os procedimentos legais e deu a velha "carteirada" para conseguir a liberação do rapaz.

Abaixo veja o vídeo da notícia da Prisão de Breno feito pelo Jornal Nacional.

Um acinte e um lamentável abuso de autoridade que deve ser punido exemplarmente.

Informações: Jornal da cidade
Vídeo: JN/YouTube
Post: G. Gomes
para: www.deljipa.blogspot.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu Comentário, com responsabilidade:

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Os Mais Acessados