26/05/2017

PT tenta impor eleição que custará R$ 5 bilhões ao Brasil só para tentar salvar o pescoço de Lula

O PT e partidos de esquerda aliados estão se preparando para aplicar mais um prejuízo bilionário no Brasil. Uma mudança constitucional para impor eleições diretas no caso de renúncia ou impeachment do presidente Michel Temer (PMDB). A Constituição brasileira é clara: “Ocorrendo a vacância nos últimos dois anos do período presidencial, a eleição para ambos os cargos será feita 30 dias depois da última vaga, pelo Congresso Nacional, na forma da lei”.

O PT e seus aliados querem mudar a Constituição e impor eleições diretas com um único objetivo. Não dar tempo para que o juiz Sérgio Moro condene Lula (sentença prevista para julho) e a sentença seja confirmada pelo Tribunal Regional Federal de Porto Alegre, o que o tornaria ficha suja e inelegível. 

Sem Lula candidato o PT não tem nomes viáveis para apresentar a disputa eleitoral de 2018, por isso essa tentativa de forçar “eleições diretas já”. Além do esbulho a Constituição esse golpe (esse sim é um verdadeiro golpe!) custaria uma fortuna para um país cujas finanças o PT arruinou. Se levarmos em conta as eleições de 2014, o PT quer torrar nada menos que 5 bilhões de reais para tentar salvar o pescoço de Lula.

Autor: César Weis
Post: G. Gomes
Canal: www.deljipa.blogspot.com.br

A Polícia Civil do Estado de Rondônia, por meio dos agentes lotados no Departamento de Narcóticos (Denarc), realizaram a prisão de Tatiele F. T., 23 anos, acusada pela pratica do crime de tráfico de drogas. A jovem foi flagrada na madrugada da última quarta-feira (23/05), em um ônibus interestadual na BR-364 com aproximadamente quatro quilos de entorpecente do tipo “maconha”.

De acordo com a Polícia, uma denúncia anônima revelou que uma jovem sairia às 23h da rodoviária do município de Ji-Paraná com destino à Capital com certa quantidade de entorpecente. A equipe do Denarc checou as informações e montou barreira na entrada do município de Candeias do Jamari e realizou a abordagem do ônibus citado na denúncia. Durante a ação policial, uma mochila que suspeita carregava foi revistada e nela foram encontrados cinco tabletes de maconha, totalizando 3,715 kg.

Segundo os policiais, a acusada não quis informar para quem estaria levando o entorpecente, permanecendo em silêncio. Diante dos fatos, a jovem foi encaminhada para a delegacia Especializada para os procedimentos legais e, em seguida, encaminhada ao sistema prisional onde aguardará o posicionamento da Justiça.


Fonte: PC/RO
Por: Edgar Melo
Post: G. Gomes
Canal: www.deljipa.blogspot.com.br

O grupo Anonymous tirou do ar o site pessoal do presidente Michel Temer na tarde desta sexta-feira (26/05/2017). Ao acessar o endereço: micheltemer.com.br, aparece a mensagem: "não é possível acessar esse site".

Desencadeado por escândalos envolvendo o peemedebista e a empresa JBS, revelados na semana passada, o ataque foi realizado pela célula AnonOpsBrazil em protesto contra o envolvimento de Temer em esquemas de corrupção e contra as reformas trabalhista e previdenciária propostas pelo governo.

O grupo assumiu a autoria do ataque pelo Facebook e declarou “guerra a qualquer autoridade, política ou não, que oprime a população”. Os ativistas consideram que as reformas são "uma afronta aos direitos humanos, aos direitos trabalhistas dos pobres e beneficiam somente o empregador, e não o empregado”.

Leia a integra do post:


Esta semana foi bastante conturbada para no Planalto também no mundo digital. O governo notificou uma página de memes por usar fotos do presidente sem autorização e o chefe do Executivo passou a utilizar celular criptografado para aumentar a segurança com a comunicação, levantando ainda mais suspeitas sobre envolvimento em possíveis atividades ilícitas.

Esta é a segunda vez que o site do presidente foi invadido pelo grupo, conforme lembra o Olhar Digital. A primeira invasão ocorreu em Janeiro deste ano. Um mês depois, conversas privadas que comprometiam a primeira-dama Marcela Temer foram divulgadas por hacker.

ENTRE NO SITE E LEIA A MENSAGEM   CLICANDO NESSE LINK

Informações: Anonymous
Via:Noticiaominuto
Post: G. Gomes
Canal: www.deljipa.blogspot.com.br

Aécio Neves/ Foto reprtodução

A Polícia Federal apreendeu no apartamento de Aécio Neves, na Avenida Vieira Souto, no Rio, “diversos documentos acondicionados em saco plástico transparente, dentre eles um papel azul com senhas, diversos comprovantes de depósitos e anotações manuscritas, dentre elas a inscrição ‘cx 2”.

Também foi apreendido um aparelho bloqueador de sinal telefônico, um celular e um pen drive.

As informações estão em relatório enviado ao STF.

O negócio é o seguinte: O cara comete crimes, seu parente é filmado pegando dinheiro de propinas do corruptor, sua irmã está sendo investigada pela mesma prática, e o tonto ainda guarda em sua casa provas escritas, ou seja, provas materiais dos Crimes que cometeu com sua familia. 

Desculpa meu pensar: Mas tu é um salafrário e burro ao mesmo tempo! Trouxa! Não aprendeu nada com o Lula!

Imagina se estrago meu voto num elemento desse para Presidente. Logo para Presidente! Eu eihnnnn!

O Brasil precisa de pessoas limpas e honestas para trabalhar e administrar essa Nação bela e promissora!

Via: antagonista
Post: G. Gomes
Canal: www.deljipa.blogspot.com.br

O presidente Michel Temer confirmou ter se encontrado com o “homem da mala” do grupo JBS, Ricardo Saud. Apesar de confirmar à reportagem as reuniões, a assessoria do presidente não mencionou quantas vezes elas ocorreram. “Poucas vezes, mas não chegaram a sete como ele afirmou”, diz em nota.

Saud, que ocupava o cargo de diretor de Relações Institucionais do grupo JBS, disse em acordo de delação premiada ter se encontrado sete vezes com Temer em 2014.

O Palácio do Planalto também não especificou, como pedido, onde e quando ocorreram esses encontros.De acordo com o depoimento prestado pelo executivo ao Ministério Público Federal, as reuniões ocorreram entre julho e Outubro de 2014, em três endereços: na vice-presidência, no Palácio do Jaburu e no escritório de Temer, em São Paulo.

Saud narrou que, nesses encontros, foram tratados repasses para o PMDB em meio às eleições daquele ano.

Ele afirmou ainda que Temer teria pedido R$ 1 milhão para ele próprio. O valor teria sido entregue em dinheiro na Argeplan Arquitetura e Engenharia, que tem como sócio o coronel aposentado João Baptista Lima, amigo de Temer.

O delator contou também ter tratado com Temer o repasse de outros R$ 14 milhões a seus aliados do PMDB.

Ricardo Saud
Esse dinheiro era proveniente de uma “conta-corrente” do PT, partido com o qual o PMDB era coligado em 2014, referente a negócios que a JBS mantinha com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

HOMEM DA MALA
Saud entregou ao deputado Rocha Loures (PMDB-PR) uma mala com R$ 500 mil em dinheiro. A entrega foi filmada pela Polícia Federal em uma ação como parte do acordo de delação dos irmãos Batista. O deputado afastado entregou à PF o dinheiro.

Em pronunciamento, Temer tentou minimizar a relação com os executivos da JBS.

Informações: Folhapress
Imagem: http://encurtador.com.br/rCD47
Post: G. Gomes
Canal: www.deljipa.blogspot.com.br

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Random Posts

Os Mais Acessados