22/11/2017

O Comando das Nações Unidas (UNC, sigla em inglês) publicou nesta quarta-feira vários vídeos que mostra em detalhe a espetacular fuga do soldado norte-coreano que no último dia 13, atravessou para a Coreia do Sul, enquanto vários companheiros atiravam contra ele.

O vídeo, de um total de 7 minutos, pertence a câmeras de segurança da faixa sul da militarizada fronteira e mostra como o soldado chega em carro até poucos metros da demarcação que divide os dois países e em seguida corre para o lado sul, enquanto quatro militares norte-coreanos disparavam contra ele.

O militar, que foi resgatado com cinco ferimentos de bala, recuperou ontem a consciência, após ter passado por duas cirurgias em um hospital da Coreia do Sul.

O homem aparentemente tentou atravessar com um veículo a linha de demarcação militar que divide a Zona de Segurança Conjunta (JSA) em dois, onde aconteceu o incidente e único ponto em que os soldados das duas Coreias se encontram. Os dois países tecnicamente permanecem em guerra há quase 70 anos.

Como as imagens mostram, o veículo fica atolado em uma vala de drenagem, a poucos metros da linha, enquanto o ruído de alerta a vários soldados norte-coreanos saem correndo para o carro.

O soldado então deixa o veículo e sai correndo em direção ao Sul, enquanto quatro militares se aproximam e começam a disparar.

Um dos soldados norte-coreanos chega a cruzar a linha por alguns segundos, o que juntamente com os tiros, que foram efetuados em direção ao Sul, constitui de acordo com o UNC, uma violação do cessar-fogo que encerrou a Guerra da Coreia (1953-1950).

Outras imagens tomadas por uma câmera infravermelho mostram o resgate do soldado feito por três militares sul-coreanos que se arrastaram pelo solo para evitar ser atingido por novos disparos.

Os soldados sul-coreanos conseguiram levá-lo a um lugar seguro, antes de ser transferido de helicóptero para um hospital.
Fonte:EFE
Via: Yahoo
Post: G. Gomes
Canal: www.deljipa.blogspot.com.br

(Foto Carlos Emir/Futura Press)

A Polícia Federal prendeu nesta quarta-feira os ex-governadores do Rio Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho, ambos do PR.

Eles são acusados, ao lado de outras seis pessoas, de integrarem uma organização criminosa que arrecadava recursos de forma ilícita com empresários com o objetivo de financiar as próprias campanhas eleitorais e a de aliados, inclusive mediante extorsão, segundo informações do jornal O Globo.

Segundo a assessoria de imprensa, Garotinho foi preso em seu apartamento na Praia do Flamengo, na zona sul da cidade, enquanto a a ex-governadora foi detida em sua casa em Campos dos Goytacazes, no norte fluminense.

De acordo com O Globo, há ainda um mandado de prisão contra o ex-ministro dos Transportes Antônio Carlos Rodrigues.

Em nota, a defesa do casal disse que só irá se pronunciar “quando tiver acesso aos documentos que embasaram os mandados de prisão, o que ainda não aconteceu”.


Informações: O Globo
Via: Yahoo
Post: G. Gomes
Canal: www.deljipa.blogspot.com.br

© Divulgação
A youtuber e atriz Kéfera foi condenada a pagar R$ 25 mil em um processo de danos morais movido por um taxista com quem discutiu em 2015.

Na ocasião, Kéfera brigou com o motorista Wlamir Gonçalves da Silva após ele reclamar da marmita que a youtuber comia durante uma viagem. Expulsa do táxi, Kéfera publicou um vídeo em seu canal pedindo que fãs denunciassem o taxista, divulgando o número do celular dele e a placa do carro.

Após publicá-lo em seu canal no YouTube, Kéfera postou outros vídeos explicando a situação e pedindo para que seus seguidores parassem de ameaçar o motorista, que já havia sido afastado do aplicativo Easy Táxi, e depois deletou o vídeo original.

Segundo o UOL, o juiz que tomou a decisão disse que o vídeo foi uma forma de "vingança privada" contra Wlamir, que pedia quase R$ 100 mil, e que o motorista recebeu 5 mil ligações com ameaças, inclusive de morte.

Ao Buzzfeed, Kéfera afirmou que o taxista foi machista ao chamá-la "vagabunda" por estar usando short, e que vai recorrer da decisão: "Ele foi muito errado, me largou no meio da Marginal [em São Paulo]. Me xingou de vagabunda, me mandou à merda, foi pra cima de mim, tirou o cinto, abriu a porta e me fez sair do carro à força. A decisão [que determinou a indenização] está completamente equivocada."

Kéfera ainda quer ter razão.Pode isso?

Informações: UOL e do Buzzfeed.
Post: G. Gomes
Canal: www.deljipa.blogspot.com.br

21/11/2017

O preenchimento da seção de dependentes na Declaração de Imposto de Renda do ano que vem vai passar por mudanças. Os contribuintes poderão incluir o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) com mais de 8 anos.

A alteração foi publicada em Instrução Normativa desta segunda-feira (20/11/2017). Antes, a determinação era voltada para dependentes maiores de 12 anos. A ideia é diminuir as chances de que os declarantes caiam na malha fina.

Assim, a restituição do Imposto de Renda deve ser mais rápida no próximo ano, uma vez que deve haver menos problemas com as declarações. Para 2019, os dependentes de todas as idades devem ser registrados pelo CPF.

Fonte: Governo do Brasil
Informações: Receita Federal
Post: G. Gomes
Canal: www.deljipa.blogspot.com.br

O Congresso Nacional e 16 assembleias legislativas desembolsam, pelo menos, R$ 252,5 milhões com o pagamento de salários extras a parlamentares federais e estaduais ao longo de quatro anos de mandato. A quantia representa, por ano, R$ 63,1 milhões. O dinheiro vai para o bolso de, ao menos, 1.315 políticos. O valor poderia sustentar, por quatro anos, 17 mil famílias que vivem na extrema pobreza, com um benefício máximo do Bolsa Família de R$ 306.

O valor permite a compra de 126.250 ternos, considerando-se o valor de R$ 2 mil, suficiente para adquirir uma roupa de boa qualidade nas principais lojas masculinas. Cada parlamentar poderia comprar com o auxílio-paletó, pelo menos 20 ternos novos por ano.

O Congresso em Foco mostrou que dos 1.059 deputados estaduais e distritais do país, pelo menos 721 (68%) recebem 15 salários anuais, assim como os 513 deputados federais e senadores. O número de deputados estaduais beneficiados, no entanto, é ainda maior. As regras variam de estado para estado, mas os suplentes que cumpriram parte do mandato no ano também têm direito a embolsar a ‘ajuda de custo’, a exemplo do que ocorre no Congresso.

Informações do Nbo
Post: G. Gomes
Canal: www.deljipa.blogspot.com.br

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Os Mais Acessados