24/09/2017


Fernanda Montenegro critica pedidos de intervenção militar: “coisa de doentes mentais

Fernanda Montenegro, consagrada atriz global, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo” falou sobre o pedido de muitos para que os militares voltem ao poder.

Para a atriz:

“PEDIR O RETORNO DOS MILITARES É COISA DE DOENTES MENTAIS”

“Nas manifestações contra Dilma, se tivesse aparecido algum petista querendo defender a presidente, é escorraçado. Pois deveriam expurgar também esses malucos que pedem a volta dos militares”, disse Fernanda.

Ainda segundo a atriz, o Brasil vive um momento de liberdade de expressão plena, e, acredita que pedidos de intervenção militar devem ser repreendidos, já que o período militar, nas palavras de Fernanda Montenegro – “foi um horror”.

Ela tentou mostrar ainda uma imagem de imparcialidade no cenário político, afirmando que não apoia “nenhum presidente”, mas defende o Brasil e a melhora do povo brasileiro.

DITADURAS MILITAR E COMUNISTA

Uma coisa é certa, se Fernanda Montenegro tem razão ou não é algo para ser refletido por cada um de nós, mas uma coisa é certa: Quem viveu e foi Vítima da Ditadura Militar ou mesmo assistiu as ações dos militares durante o regime ditatorial militar, com certeza não quer que tudo aquilo volte a acontecer novamente, porque o Brasil precisa de Leis fortes para então ter a Paz Social tão almejada pelos brasileiros, nem ditadura militar e nem ditadura comunista nós precisamos.

Via: Portal Vox
Post: G. Gomes
Para: www.deljipa.blogspot.com.br

 
Mas, muita coisa está rolando por aqui.

Por exemplo, a Reuters, noticia que o desgoverno quadrilheiro pressionou para que o BNDES cedesse R$ 50 bilhões já na semana que vem à União para tapar buracos do suposto rombo, que nada mais é que fruto dos roubos do quadrilhão PMDB+PT.

E pior, o governo quadrilheiro do PMDB quer pegar mais R$ 130 bilhões.

Além dos 50 bilhões de reais este ano, o governo demanda ao BNDES a antecipação de mais 130 bilhões de reais em 2018. Ao longo dos últimos anos, o Tesouro aportou no BNDES mais de 500 bilhões de reais e, só no ano passado, o banco devolveu cerca de 120 bilhões de reais.

”O governo quer mais 130 bilhões e isso tem que ser conversado e planejado. O BNDES terá de encontrar outras fontes de financiamento para honrar com a demanda por empréstimos. Sem isso, será impossível se conseguir viabilizar tantos recursos”, concluiu a fonte. (INFORMAÇÕES DE REUTERS)

NEGOCIAÇÕES COM TERRORISTAS IRANIANOS

Apesar da suspensão das sanções comerciais ao Irã, os Estados Unidos mantêm o país na lista de sanções financeiras do Office of Foreign Assets Control (Ofac). Isso significa que bancos que operarem com títulos iranianos poderão ser punidos se negociarem também no mercado norte-americano.

IDEIA DE JERICO DOS LADRÕES BRASILEIROS

Um cálculo do governo brasileiro aponta para um potencial de pelo menos 20 bilhões de dólares em exportações para o Irã, especialmente na área de veículos.

Foram iniciadas negociações com a Embraer para venda de jatos regionais e com a Marco Polo para fornecer ônibus, além de conversas sobre venda de caminhões, automóveis e alimentos.

“O governo brasileiro tem todo interesse. É um mercado novo, recém-aberto, que tem um enorme potencial”, disse à Reuters uma fonte do governo brasileiro.

Apesar do interesse do Brasil e da pressão sobre o Banco do Brasil, não se encontrou ainda uma solução técnica para escapar das medidas norte-americanas. Chegou-se a avaliar o não uso de dólares nas transações para evitar as sanções, mas o diálogo não avançou.

A situação pode ficar ainda mais complicada se o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, confirmar suas ameaças e voltar a aumentar as sanções contra o Irã. Em seu discurso na Assembleia Geral da ONU nesta terça-feira, Trump atacou o Irã e ameaçou romper com o acordo fechado em 2015 por Barack Obama sobre o programa nuclear iraniano, que levou ao levantamento de parte das sanções.

Informações: Reuters
Via: Folha Centro Sul
Post: G. Gomes
Para: www.deljipa.blogspot.com.br

23/09/2017

DEPUTADO PETISTA USOU DINHEIRO DESVIADO PARA FRAUDAR AS ELEIÇÕES INTERNAS DO PRÓPRIO PT

Em 2012, quando Lula e Dilma Rousseff decidiram usar uma CPI do Congresso para tentar conturbar o julgamento do escândalo do mensalão, o deputado Odair Cunha (PT-MG) foi escalado para fazer um serviço sujo. 

Nomeado relator da CPI do Cachoeira, o parlamentar do baixo clero da Câmara, mas com ambições de ascender no organograma de poder, valeu-se da comissão para uma grotesca tentativa de intimidação do então procurador-geral da República, Roberto Gurgel, que havia pedido a condenação dos mensaleiros. 

A empreitada fracassou porque a CPI acabou tropeçando em crimes praticados pelos próprios petistas e aliados. Ao investigarem as relações do contraventor Carlinhos Cachoeira, os políticos, por acidente, cruzaram com os negócios da empreiteira Delta e as operações milionárias do doleiro Adir Assad. Como a Lava-Jato revelaria mais tarde, Adir e a Delta eram parceiros do PT no esquema de corrupção na Petrobras. Ante o tremendo tiro no pé, a CPI foi encerrada com um pífio relatório de uma página e meia.

Via: Folha Política
Post: G. Gomes
Para: www.deljipa.blogspot.com.br

(Foto reprodução)
O doleiro Lúcio Funaro, apontado como operador financeiro do PMDB, afirmou que o grupo político formado pelo presidente Michel Temer e os ex-deputados Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves recebeu cerca de R$ 250 milhões em propinas decorrentes de créditos da Caixa Econômica Federal, repassados pelas vice-presidências de Pessoa Jurídica e Fundos de Governo e Loterias, segundo reportagem do jornal O Globo.

As áreas foram controladas pelo PMDB e comandadas pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso no início deste mês, e Fabio Cleto.

Funaro fechou um acordo de delação premiada já homologado pelo Supremo Tribunal Federal. De acordo com ele, Cunha funcionava como um “banco de propina” para deputados e, depois, virava “dono” dos mandatos de quem era beneficiado.

Segundo o jornal, o doleiro afirmou não saber exatamente o valor da propina repassada a Cunha, “mas sabe que este sempre distribuía parte da propina recebida com Henrique Eduardo Alves e Michel Temer, fora outros deputados aliados”.

A assessoria do Planalto afirmou ao Globo que “o valor da delação e das palavras do doleiro Lúcio Funaro é zero, como já registrou a própria Procuradoria-Geral da República”.

Para o Grupo J&F, dos irmãos Joesley e Wesley Batista, Funaro relatou que foram liberados cerca de R$ 3,04 bilhões em troca de propinas.

Procurados pelo jornal, os advogados de Eduardo Cunha não retornaram. A defesa de Geddel Vieria Lima afirmou que não se manifestaria sobre um documento ao qual não teve acesso. A defesa de Henrique Eduardo Alves afirmou que não é verdade que ele tenha recebido qualquer propina de operações da Caixa e desafia a provarem o contrário.

Já a J&F informou que os colaboradores apresentaram documentos que complementam os esclarecimentos prestados à Procuradoria-Geral da República e segue à disposição da Justiça.

Informações: Yahoo
Post: G. Gomes
Para: www.deljipa.blogspot.com.br
Capa:encurtador.com.br/DEPRV



O ex-médico Farah Jorge Farah, que encontrado morto em sua casa em São Paulo, aplicou silicone no peito e nas nádegas, vestiu roupas femininas e ouviu uma música fúnebre não identificada antes de cometer suicídio, segundo a polícia informou a reportagem do jornal "O Globo".

Farah se matou com dois cortes na virilha, conforme informações do delegado Osvaldo Nico Gonçalves.

"Ele injetou silicone nos seios (peito) e nas nádegas, sim senhor. Quando eu cheguei, ainda dava pra ouvir baixinho uma música fúnebre, não sei qual era. 

Ele vestia uma saia e um top. Quando finalmente entrei na casa, ele já estava morto e tinha muito sangue no quarto", afirmou Gonçalves ao "Globo".

O ex-médico foi condenado a 14 anos de prisão por assassinar e esquartejar a amante em 2003 e cometeu suicídio na tarde desta sexta-feira (22), pouco antes da entrada de policiais em sua casa para o cumprimento de um mandado de prisão.

Informações: O Globo
Via: Noticiaominuto
Post: G. Gomes
Para: www.deljipa.blogspot.com.br

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Os Mais Acessados