26/05/2017

O grupo Anonymous tirou do ar o site pessoal do presidente Michel Temer na tarde desta sexta-feira (26/05/2017). Ao acessar o endereço: micheltemer.com.br, aparece a mensagem: "não é possível acessar esse site".

Desencadeado por escândalos envolvendo o peemedebista e a empresa JBS, revelados na semana passada, o ataque foi realizado pela célula AnonOpsBrazil em protesto contra o envolvimento de Temer em esquemas de corrupção e contra as reformas trabalhista e previdenciária propostas pelo governo.

O grupo assumiu a autoria do ataque pelo Facebook e declarou “guerra a qualquer autoridade, política ou não, que oprime a população”. Os ativistas consideram que as reformas são "uma afronta aos direitos humanos, aos direitos trabalhistas dos pobres e beneficiam somente o empregador, e não o empregado”.

Leia a integra do post:


Esta semana foi bastante conturbada para no Planalto também no mundo digital. O governo notificou uma página de memes por usar fotos do presidente sem autorização e o chefe do Executivo passou a utilizar celular criptografado para aumentar a segurança com a comunicação, levantando ainda mais suspeitas sobre envolvimento em possíveis atividades ilícitas.

Esta é a segunda vez que o site do presidente foi invadido pelo grupo, conforme lembra o Olhar Digital. A primeira invasão ocorreu em Janeiro deste ano. Um mês depois, conversas privadas que comprometiam a primeira-dama Marcela Temer foram divulgadas por hacker.

ENTRE NO SITE E LEIA A MENSAGEM   CLICANDO NESSE LINK

Informações: Anonymous
Via:Noticiaominuto
Post: G. Gomes
Canal: www.deljipa.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu Comentário, com responsabilidade:

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Random Posts

Os Mais Acessados