11/07/2017

© Globo/João Cotta
Após polêmica de vídeo íntimo circulando na internet e registro de ocorrência contra uso indevido de imagem junto à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), o ator José Loreto espera que o(s) culpado(s) pelo vazamento da filmagem sejam punidos.

Em entrevista ao jornal Extra, delegada Daniela Terra, titular da especializada, afirmou: "Agora nós estamos fazendo uma varredura em sites e redes sociais para identificar a pessoa que divulgou o vídeo".

Ela também fez um alerta para que as pessoas que estão compartilhando as imagens se atentem de que estão cometendo um crime. "Quem divulga o material íntimo sem prévio consentimento, em última análise, está ferindo a honra da pessoa e está atribuindo uma qualidade pejorativa a ela. Então, pedimos para que a população não faça isso. Não compartilhe esses vídeos nem nas redes sociais e muito menos nos grupos de WhatsApp".


José Loreto disse à delegada que gravou o vídeo em um momento de intimidade, há cerca de 10 anos, em outra fase de sua vida, quando não era tão conhecido. Mesmo não sabendo precisar para quem havia enviado o conteúdo, o ator frisou que nunca autorizou que o mesmo fosse divulgado.

Quem compartilha as imagens íntimas comete crime contra a honra, previsto no artigo 140 do Código Penal, e pode pegar de 1 a 6 meses de prisão ou multa. No caso de José Loreto, a infração ainda tem cláusula de aumento da pena em um terço.

O SUPOSTO VÍDEO VAZADO E MOTIVO DA POLÊMICA:

Post: G. Gomes
Via: Noticiaominuto
Vídeo: YouTube
para: www.deljipa.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu Comentário, com responsabilidade:

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Random Posts

Os Mais Acessados