06/07/2017

De Janaína Paschoal, uma das autoras do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, a O Antagonista, sobre as mudanças na força-tarefa da Polícia Federal destinada a cuidar dos casos da Lava Jato em Curitiba:

"O importante é saber se os recursos -- humanos e materiais -- destinados às investigações serão mantidos. Se os delegados passarem a atuar como os outros, de forma isolada, será prejudicial. A grande vantagem da força-tarefa é a união de esforços e a troca de informações. No modelo tradicional, cada delegado é uma ilha."

A advogada se disse "apreensiva".

"Michel Temer precisaria sair o mais rápido possível. Ele não tem condições de permanecer no cargo. Esse movimento de desarticulação da Lava Jato pode ser a gota d'água."

Fonte: Antagonista
Post: G. Gomes
Imagem: Google
Para: www.deljipa.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu Comentário, com responsabilidade:

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Os Mais Acessados