10/09/2017

Os executivos da JBS, Joesley Batista e Ricardo Saud, que tiveram a prisão decretada pelo ministro Edson Fachin por violação do acordo de colaboração premiada, se entregaram na sede da Superintendência Regional da Polícia Federal em São Paulo. As informações foram divulgadas pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Joesley e Saud devem cumprir prisão temporária de cinco dias devido à entrega à Procuradoria-Geral da República, por parte da própria J&F, de áudios comprometedores, segundo os quais a dupla teria omitido informações relevantes nos primeiros depoimentos, feitos sob suposta assessoria do ex-procurador Marcello Miller, poupado da prisão.

Segundo a publicação, ambos chegaram à PF em carros particulares.

Ao determinar a prisão, o ministro do STF pediu que a Polícia Federal preserve "a imagem dos presos, evitando qualquer exposição pública".

Os dois devem passar a noite na PF em São Paulo e serem transferidos para Brasília nesta segunda-feira (11 de setembro).

Informações: O Estado de S. Paulo
Via:  Noticiaominuto
Post: G. Gomes
para: www.deljipa.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu Comentário, com responsabilidade:

Entre com o Email

Seja o primeiro a saber

Utilidades











Instagram


Top Comentaristas

Os Mais Acessados